Blog PELEJAS
em 14/04/2014

Classificação atualizada em 13/abril/2014:

Como foi feito o cálculo dos pontos:

Cada equipe recebe de início 1000 pontos que serão divididos pelo número de anos de sua existência.
O resultado obtido é quanto vale cada campeonato conquistado por essa equipe.
Cada vice-campeonato vale a quarta parte do valor do campeonato.

Exemplo: imaginemos um time que tenha sido fundado em 1961. Seus 1000 pontos serão divididos por 53 (2014 - 1961), obtendo-se 18,87 para o valor de cada campeonato conquistado por esse time. Cada vice-campeonato valerá 4,72 pontos.
Se esse time conquistou 4 campeonatos e 5 vice-campeonatos, acumulará um total de 99,08 pontos.

Observação:

- o ranking tem como foco os resultados obtidos pelas 4 equipes mais vencedoras do futebol paulista (Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo).

Você concorda com os nossos critérios? Teria alguma sugestão?

por: Equipe PELEJAS.com

em 12/12/2013

Já atualizado com a conquista do Lanus e o vice da Ponte Preta.

Critérios para pontuação:

- cada título contabiliza 40 pontos;
- cada vice-campeonato contabiliza 10 pontos;
- presença na semifinal contabiliza 5 pontos.

Critérios de desempate:

- maior número de títulos;
- maior número de vice-campeonatos;
- maior presença nas semifinais;
- quem obteve mais recentemente a melhor colocação.

Ranking PELEJAS da Copa Sul-Americana - atualização 2013

O que você achou do nosso ranking?
por: Equipe Pelejas.com

em 03/12/2013

Atualizado com a conquista do Flamengo e o vice do Atlético-PR em 2013.

Critérios para pontuação:

- cada título contabiliza 32 pontos
- cada vice-campeonato contabiliza 8 pontos
- presença na semifinal contabiliza 4 pontos 

Critérios de desempate:

- maior número de títulos
- maior número de vice-campeonatos
- maior presença nas semifinais
- quem obteve mais recentemente a melhor colocação

RANKING PELEJAS / COPA DO BRASIL

Você concorda com os nossos critérios? Teria alguma sugestão?

por: Equipe Pelejas.com

em 02/11/2013

O Estádio do Pacaembu nos remete às lembranças de quando São Paulo era a terra da garoa, de quando era uma cidade romântica, em que não havia tanta correria, estresse, trânsito, poluição.

O Pacaembu é um estádio único. Assistir a uma partida de futebol no Pacaembu é como assistir a um balé no Teatro Bolshoi, uma luta no Coliseu, uma exposição no Louvre, uma missa na Basílica de São Pedro.

O Pacaembu é história viva, é tradição, é paixão, é emoção. Esse é um ideal que todos os torcedores paulistanos compartilham. Na verdade, o Pacaembu não é um gigante sem dono. Ele é um gigante de que todos nós somos donos.

O Museu do Futebol não poderia ser construído em nenhum outro lugar senão no Pacaembu, pois o próprio estádio é um museu, que conta boa parte da história do futebol brasileiro. Estádio com alma própria, que viu o rei do futebol marcar 115 gols em 119 jogos.

O Pacaembu é a casa de todos os paulistanos que gostam de futebol. Ele é um símbolo arquitetônico da cidade de São Paulo. Nenhuma das novas "arenas" erguidas no Brasil se compara à beleza desse estádio. A mística do Pacaembu é uma coisa que só ele tem e que jamais "arena" alguma terá.

O Pacaembu vive no coração e na mente de cada torcedor e cidadão paulistano. Ele é eterno, intocável, imaculável.

por: Eduardo Vasco

em 11/09/2013

A camisa do Corinthians não surgiu alvinegra como muitos pensam. O primeiro uniforme do time foi bege, que era uma homenagem ao clube no qual foi copiado o nome, Corinthian da Inglaterra, time que fez uma excursão ao Brasil em 1909 e jogou contra a Ponte Preta. Hoje o time brasileiro se tornou maior que o homenageado inglês, pois o clube deixou de ser profissional após cair para a quinta divisão do campeonato da Inglaterra.

A cor bege não durou muito tempo, pois o Corinthians era um clube de operários e os uniformes eram costurados a partir de sacos de farinha reaproveitados. Percebeu-se que após as primeiras lavagens ele perdia a cor, então os organizadores resolveram assumir o branco. Isso aconteceu ainda em 1910, ano de fundação do clube.

Somente em 1954 o time criou o segundo uniforme preto com listras brancas,  e desde então não mudou muito essas características.

O Corinthians utilizou uniformes especiais em alguns jogos.

Em 1949 usou uma camisa grená em homenagem à delegação do Torino da Itália, que morreu em um acidente de avião.

Em 1969 a equipe teve que atuar com um uniforme improvisado listrado em amarelo e preto. Esse fato aconteceu em Lima no Peru, em um jogo amistoso contra o Universitário. O time da casa possuía também uniforme branco e não tinha condições de modificar seu vestuário.

Antes disso em 1965 num amistoso contra o Arsenal da Inglaterra, o clube representou o Brasil em um amistoso contra a Inglaterra, por isso utilizou a cor azul.

Hoje essas cores são homenageadas nos terceiros uniformes da equipe. Por exemplo, em 2012 o clube utilizou a cor grená para relembrar a história de 1949, e em 2013, quando utilizou a cor azul, para lembrar o dia que representou a Seleção Brasileira. Também já utilizou o roxo e o branco com listras douradas para o aniversário de 100 anos.


por: http://www.futfanatics.com.br/

Exibindo posts 15 a 20 (total de 132)
Páginas:
001  002  003  004  005  006  007  008  009  010  011  012  013  014  015  016  017  018  019  020  021  022  023  024  025  026  027  
Enquete PELEJAS
Como será o Verdão na Libertadores 2021?

Campeão
Vice-campeão
Desclassifica na semifinal
Destaques
15/11/2020
15/11/2020
26/11/2019
21/10/2019
10/06/2019
Arquivo de Posts

Amigos do PELEJAS


Fatal error: Uncaught exception 'TwitterException' with message 'Server error: error:1407742E:SSL routines:SSL23_GET_SERVER_HELLO:tlsv1 alert protocol version' in /home/storage/5/1d/31/bolagol/public_html/twitter/twitter.class.php:226 Stack trace: #0 /home/storage/5/1d/31/bolagol/public_html/twitter/twitter.class.php(255): Twitter->request('statuses/user_t...', 'GET', Array) #1 /home/storage/5/1d/31/bolagol/public_html/twitter/twitter.class.php(122): Twitter->cachedRequest('statuses/user_t...', Array) #2 /home/storage/5/1d/31/bolagol/public_html/rodape.php(7): Twitter->load(1, 3) #3 /home/storage/5/1d/31/bolagol/public_html/blog.php(428): include('/home/storage/5...') #4 {main} thrown in /home/storage/5/1d/31/bolagol/public_html/twitter/twitter.class.php on line 226